Portal da Cidade Mariana

Auxílio Emergencial

Auxílio emergencial é prorrogado por mais dois meses

Pagamentos serão mantidos em 600 reais por mês e a previsão é que a distribuição chegue a mais de R$100 Bilhões de reais.

Postado em 01/07/2020 às 17:00 |

Auxílio Emergencial (Foto: Foto via Correio do Povo)

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira (30) a prorrogação dos pagamentos do auxílio emergencial por mais dois meses.

O benefício, voltado a trabalhadores informais, microempreendedores individuais e autônomos de baixa renda que desempregaram durante a pandemia, irá pagar 600 reais nos meses de julho e agosto aos beneficiários e custará cerca de 100 bilhões de reais aos cofres públicos, dinheiro que sairá do Tesouro Nacional via liberação extra de crédito.

Comemorado pelo governo como um dos mais bem sucedidos programas para evitar uma maior deterioração da economia, a extensão do auxílio era dada como certa, dado que suspender a distribuição de renda ainda em um momento crítico da crise sanitária traria ruídos políticos indesejados ao Planalto.

A lei que implementou o auxílio emergencial já previa uma possível continuação do benefício, com a condição de que o valor não fosse alterado. Com isso, o projeto não precisa passar novamente pelo Congresso Nacional, evitando que o governo precise negociar. Segundo o último balanço da Caixa Econômica Federal, o auxílio emergencial já beneficiou 64,3 milhões de pessoas.

O governo, todavia, pode parcelar o dinheiro. De acordo com o Ministro da Economia, Paulo Guedes, os pagamentos de 600 reais nos próximos dois meses podem ser parcelados dentro do período. Com isso, a gestão pública vai pagar 500 no início de julho, mais 100 no fim do mês, e 300 reais no início de agosto e outros 300 reais no fim do mês.


Receba as notícias através do grupo oficial do Portal da Cidade Mariana no seu WhatsApp. Não se preocupe, somente nosso número conseguirá fazer publicações, evitando assim conteúdos impróprios e inadequados. 📲

Participe: CLIQUE AQUI 👈

Faça parte também das nossas redes sociais: Facebook e Instagram.


Fonte:

Receba as notícias de Mariana no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário