Portal da Cidade Mariana

Editorial

Dicas para manter o seu comércio

Especialista responde às maiores dúvidas dos empresários impactados pela pandemia.

Postado em 05/07/2020 às 11:22 |

Dicas de Especialista (Foto: Portal da Cidade Mariana)

O Portal da Cidade Mariana atento às mudanças que a pandemia do coronavírus tem causado na sociedade, vem adotando diversas iniciativas para auxiliar a POPULAÇÃO, o MICROEMPREENDEDOR e o PEQUENO EMPRESÁRIO a atravessar esse período de paralisação econômica que se faz necessária.

Nessas ações vem cedendo espaço nas nossas redes sociais e no Portal para trazer orientações, dicas e informações ao nosso público.

Ultrapassando 100 dias de quarentena e depois de realizar vários eventos com especialistas e empreendedores, resolvemos trazer algumas dicas que podem te ajudar a manter o seu comércio.

Entrevistamos nosso colaborador Jonathan Chaves Silva que além de Advogado é Empreendedor e Especialista em Gestão de Marketing.

Quais os principais cuidados que o cidadão precisa tomar com as finanças pessoais e familiar para manter a saúde financeira durante essa pandemia do coronavírus?

Tudo o que está acontecendo é muito novo para a sociedade e também para os poderes constituídos. Por isso, não se sabe exatamente o que vai acontecer, no curto e no médio prazo. Portanto, o cidadão precisa entender que a pandemia vai passar e que ele precisa se preparar para chegar bem, com a sua família, ao final da crise. 

O microempreendedor pode ser um grupo extremamente afetado durante essa pandemia, uma vez que não tem capital de giro para se manter. Quais as medidas ele precisa tomar para manter a saúde financeira?

Há uma grande incerteza, neste momento, para os negócios. Apesar de a prioridade ser a preservação das vidas, acima de qualquer outra coisa, os negócios também precisam ser preservados, uma vez que muitas outras vidas dependem de seus funcionamentos. Assim, algumas dicas são:

– Ainda mais do que o cidadão, a empresa precisa proteger o seu CAIXA de sorte a conseguir ter sobrevida, durante a crise, sabendo-se que sua movimentação tradicional será fortemente reduzida, em função do isolamento social severo adotado no país.

– Procure incentivar os clientes a não cancelarem suas compras, mas, sim, postergá-las, se possível.

– Honre seus compromissos com terceiros, principalmente com fornecedores, mas tente renegociar imediatamente suas dívidas.

– Aproveite todas possibilidades legais de postergar o pagamentos tributos, conforme já foi autorizado pelo Governo. Neste caso, não deixe de consultar o seu contador, claro!

– Coloque os funcionários que sejam indispensáveis ao seu negócio em HomeOffice. Quanto aos demais, proteja a saúde de seus colaboradores!

– Reveja seu fluxo de caixa e seja crítico em relação aos seus custos fixos. Cortar custos é uma prática que deve ser adotada no dia a dia de todo empresário. Mas, agora, mais do que tudo é uma questão de sobrevivência. Só preserve os gastos que sejam imprescindíveis para manter sua empresa viva neste período de paralisação.

– Avalie o seu estoque e reponha, neste período, somente produtos que tenham saída mais rápida. Quanto aos produtos que já estejam parados há algum tempo em seu estoque, faça grandes promoções para vendê-los. Afinal, seu maior objetivo durante a crise é fazer caixa.

– Se precisar de crédito, avalie aqueles que tenham sido criados exatamente para ajudar as empresas neste momento de crise. Certamente, será o dinheiro mais barato que o empresário conseguirá para manter de pé o seu negócio.

Quais as melhores opções para os empresários que precisam manter um caixa ou tentar recuperar o fluxo que possuíam antes da pandemia?

Recuperar completamente fazendo o que vinham fazendo antes da crise dificilmente vai ser possível nesse momento. 
O que estamos vendo são vários empresários buscando alternativas como: iniciar ou intensificar o serviço de delivery.

O que essa pandemia provocou no comércio de forma mais geral é a necessidade imposta de atualizar o processo tradicional de vendas.

Muitas pequenas e médias empresas sequer possuíam perfil nas redes sociais. Sem Facebook ou Instagram, praticamente sem nenhuma visibilidade. Esse é um caminho sem volta. Os comércios precisam de visibilidade on-line.

Mas o que esses empresários podem fazer, especialmente aqueles que não sabem qual a melhor opção?

Essa é a dúvida que mais escutamos. Muitos empresários pensam que não devem “gastar” nenhum dinheiro agora: "que não dá pra arriscar com internet" e que irão "esperar acabar a pandemia" e "voltar a fazer o que sempre fizeram, pois até então estava dando certo".

Sentimos muito em decepcionar, mas, NÃO!

Vemos o comércio eletrônico cada vez mais impactando a vida das pessoas. É um caminho sem retorno. Tem que substituir a palavra “gastar” pelo verbo “investir”.

Se não sabe como, procure quem sabe. Existem vários profissionais que podem ajudar nessa transição. Fazer sozinho, arriscar, optar pela tentativa e erro, além de levar tempo ainda vai promover um distanciamento enorme entre a sua empresa e aqueles que já atuam on-line há mais tempo.

Enquanto alguns empresários já estão buscando outras plataformas de negócio como os aplicativos, vemos empreendimentos patinando, sem sair do lugar, ainda iniciando nos apps de mensagem.

Sabemos que é um assunto extenso e que já foi objeto de várias "Lives" do Portal, inclusive tendo você como mediador. De todos os especialistas que você entrevistou e de forma objetiva, o que você falaria para um empresário que te procurasse?

Se eu pudesse dar uma dica que vale para qualquer empreendedor ou qualquer empresário, a dica que eu daria é: ESTUDE, APRENDA, SE REINVENTE... pare de tentar encontrar uma zona de conforto, ela não existe mais.

O Covid-19 não está “apenas” (com todas as aspas) destruindo vidas e famílias pela doença. Está destruindo todo um ambiente, todo um sistema, toda uma realidade. Certamente vai existir um “antes” e um “depois” e eu espero que todos nos encontremos com saúde nesse “depois”.

Tanto saúde pessoal quanto saúde comercial.

E de forma prática o que o empresário pode fazer AGORA?

Comunicar!

Informação é um dos bens mais valorizados atualmente. Seja honesto e transparente.

Venda a solução do problema que você resolve, não apenas um produto e principalmente OUÇA O QUE SEU CLIENTE TEM A DIZER.

Você indicaria o Portal?

Claro, mas somos suspeitos pra falar né. Mas eu posso apontar duas informações incontestáveis: 1: Todos acessam e buscam informações através do celular. É um meio de acesso e comunicação direta. Já ultrapassando inclusive a televisão, usar e saber usar esse canal é essencial e 2: Custo x Benefício. O custo da publicidade online é extremamente menor e o alcance é muito mais eficiente. É só experimentar!

Pode deixar uma frase ou um conselho final?

Jonathan Chaves/ Empreendedor / Mariana

Frase final

Marketing não é simplesmente um anúncio ou a exposição do produto mas todo o processo de concepção, criação e entrega do produto ou serviço.

Jonathan Chaves/ Empreendedor / Mariana


Agradeço a oportunidade e a parceria.


Fonte:

Receba as notícias de Mariana no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário