Portal da Cidade Mariana

Investimento

Onde investir seu dinheiro em 2019?

2019 está chegando, como fazer seu dinheiro render mais?

Postado em 28/12/2018 às 09:08 |

(Foto: Google Imagens)

Ano novo chegando e muitas pessoas começam a estabelecer objetivos e metas para a próxima temporada. São planos de avançar nos estudos, passar em um concurso, ter mais tempo com a família, cuidar melhor da saúde, reformar a casa, viajar. No entanto, quase todos os projetos carecem de recursos financeiros. Pensando nisso, no artigo de hoje quero falar sobre investimentos e dar algumas dicas para você iniciar o ano poupando e investindo.

Antes de ir direto ao assunto, é importante olharmos para o cenário atual da economia. De modo geral, a economia vem apresentando algumas reações positivas: a inflação (variação de preços) está controlada e abaixo da meta do Governo, e a taxa básica de juros (Selic) está em 6,5% ao ano, sendo a menor desde que foi criada, além de estar dentro do esperado pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central.

A última reunião do Copom indicou que a taxa deve variar pouco no próximo ano, chegando ao máximo de 7,5%. Isso aponta para uma economia equilibrada.

A taxa Selic nos diz muito e está diretamente relacionada com a Caderneta de Poupança. É importante saber que dentro desse contexto, essa aplicação deixa de ser vantajosa devido à baixa rentabilidade. Na prática, quando a Selic está abaixo de 8,5% ao ano, a Poupança rende apenas 70% desse percentual (menos de meio por cento ao mês), configurando um retorno baixo em relação a outras modalidades de investimento.

Além disso, outras formas de investimento tendem a não valer a pena, seja pelo baixo rendimento ou pelo excesso de taxas, a exemplo dos Títulos de Capitalização, e da maior parte dos Planos de Previdência Privada. Todavia, é importante avaliar as particularidades de cada caso antes de tomar a decisão sobre onde investir.

Partindo desse cenário, menciono quatro modalidades de investimentos que considero vantajosas para quem deseja iniciar o ano de 2019 com a vida financeira mais equilibrada.

1.    Tesouro Direto (modalidade Selic).

2.    LCI (Letra de Crédito Imobiliário).

3.    LCA (Letra de Crédito do Agronegócio).

4.    CDB (Certificado de Depósito Bancário).

Os investimentos acima são simples, seguros e estão dentro da categoria “Investimentos em Renda Fixa”.

É seguro?

Sim. São aplicações com riscos reduzidos (quase zero) e mesmo que o banco venha a “quebrar” (o que é muito raro), seus recursos estarão seguros. LCIs, LCAs e CDBs são garantidos pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC) no valor de até 250 (duzentos e cinquenta) mil por CPF/Instituição. Já o Tesouro Selic é garantido pelo próprio Tesouro Nacional, ou seja, pelo Governo Federal.

É vantajoso?

Sim. No caso dos CDBs, LCIs ou LCAs, as modalidades passam a valer a pena quando apresentam rendimento igual ou superior ao Tesouro Selic. As duas últimas contam com incentivo fiscal e são isentas de Imposto de Renda.

É importante verificar as regras. Dessa forma, você precisa escolher os seus investimentos levando em consideração não somente o rendimento, mas também as características básicas da aplicação, de acordo com os seus objetivos e necessidades pessoais. Se o projeto for de curto prazo, o indicado são as opções com liquidez diária, pois geralmente podem ser resgatadas a qualquer momento.

Posso investir através do meu banco?

Sim, porém não é indicado, pois a maioria dos bancos cobra para fazer essas operações. Isso reduzirá seus ganhos. Sugiro investir através de uma corretora de valores. O processo é simples, todavia, você deverá abrir uma conta digital para começar a investir. As contas digitais (disponibilizada pelas corretoras) são seguras e algumas são isentas de taxas de manutenção.

Posso começar com pouco dinheiro?

Sim. Há boatos antigos que dizem que “só investe quem é rico”, porém, dentro das categorias acima é possível começar com pouco dinheiro. Com R$ 100,00 já é possível comprar títulos públicos do Tesouro Direto.

Há opções melhores?

O mercado financeiro dispõe de dezenas de tipos de investimentos, com ótimos rendimentos, entretanto, convém começar pelas operações em Renda Fixa, pois não exigem periodicidade, o risco é mínimo e as regras são simples.

 

Desejo a você um excelente ano novo!

Um abraço,

Welington Thiago P. Oliveira – Consultor Financeiro

Fonte:

Deixe seu comentário