Portal da Cidade Mariana

Barragem

Rejeitos de Minério atingem Ribeirão do Mango, em Ouro Preto

A Fundação Estadual do Meio Ambiente (FEAM) investiga as causas do vazamento de rejeitos de minério na barragem dos Alemães.

Postado em 01/09/2020 às 13:20

(Foto: Portal da Cidade de Mariana via Google Maps)

Na última sexta-feira (28), ocorreu um vazamento de rejeitos de minério da Barragem dos Alemães, na mina da Gerdau, situada no distrito de Miguel Burnier, em Ouro Preto. 


As causas e motivação da situação já estão sendo investigadas pela FEAM - Fundação Estadual do Meio Ambiente. Os rejeitos de minério atingiram o Ribeirão do Mango, cujas  taxas de turbidez já se apresentavam relativamente altas, segundo um estudo realizado por pesquisadores da UFMG. 

O vazamento foi percebido, inclusive, na altura do distrito de Santo Antônio do Leite. A Secretaria Estadual de de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável se posicionou, confirmando que o vazamento de fato ocorreu, mas que o problema foi corrigido imediatamente. 

O núcleo de emergências ambientais da FEAM supervisionou as instalações da empresa e pediu amostras de água do Ribeirão do Mango e do Rio Itabirito, que é afluente do Rio das Velhas. Após a averiguação das perdas e da dimensão dos danos ambientais, um auto de infração será registrado. 

A Barragem dos Alemães foi construída por meio da técnica de montante - considerado o de menor custo e, também, menor segurança - que é o mesmo da Barragem de Fundão, que rompeu em Mariana. 

A empresa Gerdau informou que já tomou as medidas necessárias para a contenção do vazamento, e que a liberação dos rejeitos não se relaciona com a segurança estrutural da barragem - que passou por vistoria na última quarta-feira (26). 


Receba as notícias através do grupo oficial do Portal da Cidade Mariana no seu WhatsApp. Não se preocupe, somente nosso número conseguirá fazer publicações, evitando assim conteúdos impróprios e inadequados. 📲

Participe: CLIQUE AQUI 👈

Faça parte também das nossas redes sociais: Facebook e Instagram.

Fonte:

Receba as notícias de Mariana no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário