Portal da Cidade Mariana

PATRIMÔNIO

Jardim de Mariana aguarda parecer do Iphan para sua revitalização

Praça Gomes Freire receberia mudanças baseadas em documentos e fotos antigas

Postado em 06/09/2019 às 14:34 |

(Foto: Luiz Loureiro/Agência Primaz)

O projeto básico de intervenção/revitalização da Praça Gomes Freire (Jardim) foi encaminhado ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em agosto. A análise da proposta aguarda a nomeação de profissional para chefiar o Escritório Técnico em Mariana. 

 

Etapa preliminar 

A Fundação Renova contratou a empresa Gema Arquitetura, sediada em Belo Horizonte, e com escritório também na capital paulista, para elaborar um projeto de revitalização da Praça Gomes Freire, conhecida como Jardim. A ação foi um pedido da Prefeitura de Mariana, como uma ação compensatória pelo rompimento da barragem de Fundão, e foi incluída no documento "Hora de Avançar", cujo protocolo de intenções foi assinado durante a cerimônia de comemoração do Dia de Minas, realizada no dia 16 de julho. 

 

O estudo foi iniciado bem antes do anúncio, com o desenvolvimento de pesquisa histórica que ouviu pessoas da cidade e se baseou em documentos e fotos antigas, seguido pelo desenvolvimento de um projeto conceitual apresentado ao Iphan para análise. Em ofício encaminhado à Prefeitura em 1º de agosto, o órgão analisou a documentação e emitiu o Parecer Técnico nº 091/2019, assinado pela arquiteta Letícia Aparecida de Matos Oliveira, que ocupava, na ocasião, a Chefia do Escritório Técnico do Iphan em Mariana. 

O atendimento às diretrizes do Iphan foi considerado parcial em função de alguns itens da proposta conceitual não terem sido considerados satisfatórios, entre os quais a intenção de remanejamento do antigo bebedouro dos cavalos e a utilização de fitas de led como parte da iluminação cênica da praça, além de outros pontos para os quais foram pedidas adequações de formato e mudança de materiais de acabamento, entre outros pequenos ajustes. 

 

Nova proposta 

Em função das observações contidas no parecer técnico do Iphan, foi apresentada uma nova proposta, denominada projeto básico de revitalização da Praça Gomes Freire, com adequações e explicações técnicas relacionadas aos pontos questionados e exclusão dos pontos reprovados.  

 

Na essência, o projeto tem como objetivo "valorizar a ambiência existente nesse espaço peculiar de Mariana, com a preservação dos principais elementos e manutenção de grande parte do traçado atual", como explicado no documento de justificativa da intervenção arquitetônica e paisagística. Para isso, ainda segundo o documento, foram adotadas como premissas "valorizar e reforçar o conceito de Jardim"; "preservar as ambiências existentes"; "intervir minimamente para atender às demandas e revitalizar o espaço"; "manter os eixos de circulação e otimizar as visadas"; "manter as áreas dos canteiros internos" e "assumir a vocação [do local] para [a realização de] eventos com palco". 

 

Dentre as propostas de maior impacto destacam-se a instalação de palco fixo na parte superior do Jardim; de pequenas arquibancadas em praticamente toda a extensão do contorno situado nas partes alta e baixa da praça e nas proximidades do palco; a completa reformulação do sistema de iluminação; a modificação do paisagismo, privilegiando árvores altas e vegetação de pequeno porte para ampliar a visibilidade do ambiente e possibilitar destaque ao casario do entorno e o aumento da largura da calçada junto ao casario da parte baixa do Jardim (trecho entre as ruas Dom Viçoso e Frei Durão), além da apropriação d parte do espaço em frente ao Cine Theatro Mariana (ex-Sesi), integrando o local à praça propriamente dita. 



Fonte:

Deixe seu comentário